Receba nossas novidades por e-mail

Contato

Institucional

Serviços

Endereço:

Av. Paulista, 1.765, 7º Andar,

Bela Vista, São Paulo - SP

E-mail:

contato@icmpconsultoria.com.br

Telefone:

+55 11 3090-6775

Horário de atendimento: 

Segunda à Sexta das 09:00hs às 18:00hs.

Redes sociais

© Desde 2016 por ICMP Consultoria em TI. CNPJ: 25.357.501/0001-50

Qual a importância da gestão de TI

Atualizado: Fev 24


O gerenciamento de TI é o processo de supervisionar todos os assuntos relacionados às operações e recursos de tecnologia da informação dentro de uma organização.


O gerenciamento de TI garante que todos os recursos de tecnologia sejam utilizados adequadamente e de maneira a agregar valor à organização. O gerenciamento eficaz de TI permite que uma organização otimize recursos e equipe, melhore os processos e a comunicação dos negócios e aplique as melhores práticas do mercado. Os indivíduos que trabalham no gerenciamento de TI também devem demonstrar habilidades em áreas de gerenciamento geral, como liderança, planejamento estratégico e alocação de recursos.


Não muito tempo atrás, a área de Tecnologia era só o departamento que criava os e-mails, arrumava os computadores quando não queriam ligar, e outros problemas de manutenção que envolviam hardwares e softwares.

Os tempos mudaram, e hoje a tecnologia da informação é um dos setores mais importantes de uma empresa, seja ela pequena, média ou grande, chegando até mesmo a ser core business de muitas companhias por aí.

Em termos gerais a GTI (Gestão da Tecnologia da Informação) é a administração dos recursos tecnológicos utilizados no processo de tratamento da informação de uma entidade, instituição ou organização. Esse processo envolve coleta, armazenamento, processamento, seleção, comparação, distribuição e avaliação de dados, que serão convertidos em informações úteis para a tomada de decisão.

Leia também: O que significa Política de Segurança da Informação (PSI)?


Com a Era da Informação as empresas têm à disposição um conjunto de ferramentas que permitem entender melhor o negócio e desenvolver produtos e serviços específicos para atender às necessidades dos clientes. A internet foi a responsável por acabar com as fronteiras do comércio mundial, quebrando barreiras geográficas existentes há séculos. Então, não estamos exagerando quando dizemos que a gestão de TI se tornou uma vantagem competitiva.

Todos sabemos que o trabalho é mais fácil e o sucesso é mais provável quando você pode gerenciar com um "roteiro" em vez de uma folha em branco. A TI predefinindo os padrões de gerenciamento fornecem esse roteiro, fornecendo práticas e procedimentos testados para orientar as ações e decisões de planejamento. Os padrões estabelecem uma linha de base de como os projetos são gerenciados e os serviços são entregues, economizando tempo, melhorando a qualidade e reduzindo custos.

Mas simplesmente ter "padrões" não é suficiente. Eles precisam ser os padrões "certos" para suas necessidades. Os padrões "certos" sempre serão suficientemente acionáveis, realistas, relevantes e, acima de tudo, flexíveis, e devem atender às "4 grandes" demandas de gerenciamento (planejamento estratégico, gerenciamento de problemas, desenvolvimento de políticas e projetos). Essas são as áreas em que objetivo, proficiência e produtividade são mais necessários e podem ter o impacto mais significativo.

A gestão de TI é sustentada por 3 pilares: pessoas, processos e tecnologia. As pessoas participam do processo de tratamento da informação; os processos estruturam a área de TI; já a tecnologia dá suporte aos processos.


Além disso, a gestão de TI inclui:

  • Manter o desempenho de serviços;

  • Promover a transformação digital na empresa;

  • Manter a satisfação dos usuários e clientes dos serviços;

  • Fazer a gestão da equipe de TI;

  • Gerenciar riscos que a TI pode causar ao negócio;

  • Dar suporte aos processos organizacionais;

  • Alinhar o uso da TI aos objetivos estratégicos da empresa.

Não espere tempo demais para começar a fazer a gestão de tecnologia do seu negócio. Se você está começando agora, já comece a planejar a área de TI e definindo como será feita a manutenção de dados, a coleta de informações, como isso será feito, quem irá fazer e assim por diante.


Se a sua empresa já está em pleno funcionamento certifique-se de começar a fazer a gestão de TI o mais rápido possível, pois isso garantirá que seu negócio crescerá organizado e estruturado não só na área de TI.

Alinhe o seu time de tecnologia em torno da gestão, entenda os processos de cada subárea dentro da sua TI e veja onde cada uma se encontra. Faça reuniões, defina uma estratégia de governança de TI, deixe claro os objetivos, metas e resultados que cada um deve atingir.


Hoje em dia a maioria das pessoas em uma organização trabalham de frente com o computador, mexendo em sistemas, programas e outros recursos. Portanto, treinar todos os seus colaboradores para determinadas coisas também é função da gestão de TI.

Leia também: Porque terceirizar seu departamento de TI?


As abordagens mais recomendadas para essa tarefa são através de materiais e treinamentos preparados por sua equipe ou consultoria de TI.


Escrever um breve material, com as principais normas e detalhes sobre a gestão de TI da empresa, é uma solução eficaz.

Alguns exemplos de informações que podem ser incluídas no documento:

  • Restrições de acesso às redes sociais e outros sites;

  • Como funciona o armazenamento de arquivos para cada área;

  • Orientações sobre o uso correto do e-mail corporativo;

  • Maneiras de identificar e evitar os vírus de computador;

  • Indicação dos contatos de suporte.

  • Em seguida, alinhe com o setor de Recursos Humanos para incluir tais orientações no treinamento de integração da empresa.

Torne-o um procedimento padrão para novas contratações. Além disso, deixe o conteúdo disponível em uma pasta pública ou intranet. Desta forma, todos podem acessá-lo facilmente.


Contudo, reforce a mensagem sobre a disponibilidade de suporte. Quando o usuário perceber alguma instabilidade em seu computador, o responsável pelo setor de TI deve ser alertado imediatamente.

Em muitos casos, uma simples irregularidade pode indicar problemas muito maiores, que exigem uma investigação minuciosa.


O planejamento estratégico de TI é o primeiro passo para fazer gestão de TI. Ele consiste em elaborar uma estratégia para o uso de tecnologia da informação em uma empresa, de modo que a tecnologia possa ser usada a favor do negócio e de seus clientes e vá ao encontro da estratégia da empresa. Para isso é preciso ter em mente duas perguntas:

  • O que a organização espera da área de TI?

  • O que a área de TI pode oferecer para a organização?

A partir dessas duas questões é que estruturamos, organizamos e sistematizamos a estratégia da TI, que funciona como um dos braços do planejamento estratégico corporativo. Fazer esse detalhamento com foco na TI é muito interessante porque proporciona transparência na comunicação, agilidade de negócio, crescimento organizacional e melhor distribuição de recursos.


O planejamento estratégico de TI normalmente visa: aproximar a TI do negócio, desenvolver a maturidade da TI e angariar recursos para a área. Para isso é preciso analisar o ambiente interno e externo e pensar em iniciativas e indicadores estratégicos.

Leia também: Por que sua empresa precisa de serviços de TI gerenciados?


É importante que seu time de TI, seja ele interno ou terceirizado, desenvolva um Acordo de Nível de Serviço (ANS) ou Service Level Agreement (SLA) que é um contrato firmado entre a área de TI e seus clientes com as condições que um determinado serviço precisa atender parar ser considerado satisfatório. Portanto, estabelece critérios objetivos para medir a qualidade e o desempenho do serviço. Além disso, o SLA também aponta o que acontecerá se o fornecedor não cumprir com as condições estipuladas.


O SLA deve responder a perguntas básicas, como:

  • O quê? (descrição e tipo de serviço).

  • Quando? (período em que o serviço deve ser fornecido).

  • Como? Quem? (termos de compromisso).

  • Quanto? (custos do serviço).

É importante que seu time de TI tenha conhecimento sobre ITIL (Information Technology Infrastructure Library ou Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação, em tradução livre) que é um conjunto de boas práticas para o gerenciamento de serviços de TI.


ITIL é um dos frameworks mais usados, senão o mais usado no mundo para organiza todo o ciclo de vida de um serviço de TI, desde a concepção até o encerramento do serviço.


Abaixo vamos falar um pouco cobre algumas aplicações desse framework na estrutura da TI do seu negócio. O ITIL apresenta 5 etapas do ciclo de vida do serviço, são eles:

1. Estratégia de Serviço


Etapa em que as melhorias nos serviços atuais e os novos serviços são selecionados e priorizados de acordo com a estratégia de negócio da empresa.


Os processos da estratégia de serviço são:


  • Gerenciamento Estratégico para Serviços de TI;

  • Gerenciamento de Portfólio de Serviço;

  • Gerenciamento de Demanda;

  • Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI;

  • Gerenciamento de Relacionamento de Negócio.

2. Desenho de Serviço


Etapa em que é feito o mapeamento dos requisitos dos serviços de TI.


Os processos de Desenho de Serviço são:


  • Coordenação de Desenho;

  • Gerenciamento do Catálogo de Serviço;

  • Gerenciamento de Nível de Serviço;

  • Gerenciamento de Disponibilidade;

  • Gerenciamento da Capacidade;

  • Gerenciamento de Continuidade de Serviço de TI;

  • Gerenciamento de Segurança da Informação;

  • Gerenciamento de Fornecedores.

3. Transição de Serviço


Etapa em que o serviço é “colocado no ar”.


Os processos de Transição de Serviço são:


  • Planejamento e Suporte da Transição;

  • Gerenciamento de Mudança;

  • Gerenciamento de Configuração e de Ativo de Serviço;

  • Gerenciamento de Liberação e Implantação;

  • Gerenciamento do Conhecimento;

  • Avaliação da Mudança;

  • Validação e Teste de Serviço.

4. Operação de Serviço


Etapa em que os serviços de TI são efetivamente entregues.


Os processos da Operação de Serviço são:


  • Gerenciamento de Incidente;

  • Gerenciamento de Problema;

  • Cumprimento de Requisição;

  • Gerenciamento de Acesso;

  • Gerenciamento de Evento.

5. Melhoria Contínua de Serviço


Etapa em que os serviços são acompanhados, revisados e aperfeiçoados constantemente.

Todas essas etapas são de execução contínua identificando sempre as falhas e desenvolvendo soluções para as mesmas, além de desenvolver novas utilidades para o desenvolvimento da TI corporativa.


Ter um departamento de TI gerenciado e estratégico trabalhando junto ao seu negócio é um diferencial para atrair novos clientes e atender com maestria todos os clientes existentes na sua base.

Se sua empresa não tem condições de contratar e manter um time de profissionais qualificados, não tem problema, terceirize sua TI com uma consultoria que entende do assunto. Para isso conte com o nosso time, temos um time de profissionais certificados ITIL e entre outras certificações focadas em gerenciamento de TI.