Receba nossas novidades por e-mail

Contato

Institucional

Serviços

Endereço:

Av. Paulista, 1.765, 7º Andar,

Bela Vista, São Paulo - SP

E-mail:

contato@icmpconsultoria.com.br

Telefone:

+55 11 3090-6775

Horário de atendimento: 

Segunda à Sexta das 09:00hs às 18:00hs.

Redes sociais

© Desde 2016 por ICMP Consultoria em TI. CNPJ: 25.357.501/0001-50

Como começar a implantar a Governança de TI



Cada vez mais as empresas percebem que a Tecnologia da Informação pode se tornar uma vantagem competitiva. Portanto, ter uma Governança de TI tornou-se essencial para garantir que a área de TI explore totalmente sua capacidade de oferecer benefícios aos negócios. Mas por onde começar a implantar a Governança de TI?

Neste post, listaremos 5 coisas que você precisa para implementar a governança de TI em sua organização.

5 coisas que você precisa para implementar a governança de TI.

1 - Modelo de Governança

É importante dizer que implementar a governança de TI não é uma tarefa tão simples, mas também não é uma questão de sete cabeças. A chave para fazer isso de maneira rápida e eficaz é adotar um modelo de governança, também chamado de estrutura. Afinal, por que reinventar a roda se os melhores profissionais do mundo já tiveram o trabalho de criar, analisar e melhores práticas em tecnologia da informação?


A adoção de um modelo de Governança de TI tem muitas vantagens, como:

- Mais velocidade na implantação;

- Melhoria da comunicação;

- Clareza para fazer benchmarking;

- Conformidade;

- Facilidade de contratação de pessoas, produtos e serviços;

- Entre outros.

Dois modelos de governança de TI conhecidos são ITIL® e COBIT®. Enquanto o ITIL está focado no gerenciamento de serviços de TI, o COBIT está mais focado no controle interno de gerenciamento como um todo. Essas estruturas se complementam e podem ser usadas juntas sem problemas. Apesar disso, existem empresas que preferem usar apenas uma delas.


Leia também: Porque terceirizar seu departamento de TI?


2 - Plano Estratégico de TI

Ter um plano estratégico de TI é essencial para manter os objetivos de TI alinhados aos objetivos estratégicos de negócios. Dessa forma, é possível direcionar melhor as ações de TI e investir no que trará mais resultados para a empresa, economizando tempo e dinheiro. A construção de um plano estratégico de TI passa por algumas etapas. São eles:

- Análise ambiental: é avaliar as condições internas e externas para a TI.

- Formulação de estratégias: define quais objetivos a TI deve buscar para contribuir com o objetivo da organização.

- Plano de execução: torna os detalhes das estratégias mais viáveis.

- Monitoramento: significa avaliar o progresso de iniciativas estratégicas para implementar o plano em uma frequência predeterminada.

- Ajustes do plano: faça alterações na rota para evitar imprevistos.

3 - Projetos Estratégicos

Projetos estratégicos são as iniciativas que serão tomadas para alcançar os objetivos estratégicos de negócios dos quais a TI faz parte. Para que eles sejam bem gerenciados, o gerente de TI também deve ter gerenciamento de projetos, programas e portfólio. Este é o básico para garantir que tudo seja entregue dentro do prazo, do prazo e do orçamento.

4 - Catálogo de Serviços + SLAs

São duas ferramentas essenciais para padronizar os processos de gerenciamento de serviços de TI.

Um Catálogo de Serviços é um documento que reúne todos os serviços que a TI fornece para os negócios e traz uma série de informações sobre eles, como: descrição do serviço, quem pode solicitá-lo, como fazer a solicitação, custo do serviço, entre outras.

Já SLA ou Service Level Agreement é o conjunto de regras acordadas em nível de serviço, disponibilidade e qualidade de serviço. Dessa forma, os clientes de TI terão uma ideia clara do que podem esperar nessa área.


Leia também: Por que sua empresa precisa de serviços de TI gerenciados?


5 - Indicadores de desempenho

Como você sabe se a adoção de todos os tópicos anteriores está realmente trazendo resultados? Através do monitoramento com os principais indicadores de desempenho (KPIs)!

Existem alguns indicadores que são cruciais para medir efetivamente os benefícios, como:

- Porcentagem de tempo que a TI usa para desenvolver novos projetos;

- Número de projetos de TI que tiveram seus benefícios comprovados;

- Nível de qualidade dos serviços;

- Retorno do Investimento (ROI);

- Pontuação do Promotor líquido de TI.


Em resumo...

Para uma empresa implementar a governança de TI de maneira rápida e eficaz, a primeira coisa a fazer é adotar um modelo de governança como ITIL ou COBIT. Outro ponto importante é ter um plano estratégico, que alinhe os objetivos de TI aos objetivos de negócios. Além disso, é necessário investir em projetos, manter os serviços funcionando e medir o desempenho de TI para verificar se ele realmente está fornecendo os benefícios esperados.

Se sua empresa pretende implantar governança de TI e sua equipe ainda não possui o conhecimento necessário, conte com o nosso time.

14 visualizações