Receba nossas novidades por e-mail

Contato

Institucional

Serviços

Endereço:

Av. Paulista, 1.765, 7º Andar,

Bela Vista, São Paulo - SP

E-mail:

contato@icmpconsultoria.com.br

Telefone:

+55 11 3090-6775

Horário de atendimento: 

Segunda à Sexta das 09:00hs às 18:00hs.

Redes sociais

© Desde 2016 por ICMP Consultoria em TI. CNPJ: 25.357.501/0001-50

176 novas ameaças cibernéticas são detectadas por minuto



McAfee Labs mostra números registrados no quarto trimestre de 2016

O McAfee Labs detectou 176 novas ameaças cibernéticas por minuto, quase três a cada segundo, durante o quarto trimestre de 2016. As descobertas estão em um novo relatório divulgado pela companhia, que destaca os principais desafios para compartilhamento de inteligência de ameaças.

“O setor de segurança enfrenta desafios fundamentais em nossos esforços de compartilhar inteligência de ameaças entre entidades, dentre soluções de fornecedores, e mesmo dentro de portfólios de fornecedores”, disse Vincent Weafer, Vice-Presidente do McAfee Labs. “Trabalhar em conjunto faz a força. A abordagem desses desafios determinará a efetividade das equipes de segurança cibernética para automatizar a detecção e orquestrar respostas, e finalmente pender a balança em favor dos defensores”.

O estudo concluiu que o compartilhamento de inteligência de ameaças é abalado por desafios de volume de dados, validação, qualidade, velocidade e correlação.

Houve crescimento de 88% de ransomware em 2016, apesar do declínio da atividade da família Locky e CryptoWall no 4º trimestre. Os malwares móveis, por sua vez, cresceram 99% em 2016; o crescimento geral de malware foi de 24% em 2016 para 638 milhões de amostras

MacOS

Mesmo sendo uma fração mínima em comparação com as ameaças do Windows, as novas amostras de malware do Mac OS cresceram 245% no 4º trimestre. O total de amostras cresceu 744% em 2016

Proliferação do Botnet Mirai

Segundo o relatório, o Mirai foi responsável pelo altamente difundido ataque de DDoS ao Dyn, um os principais provedores de serviços de DNS. O Mirai é notável porque ele detecta e infecta dispositivos IoT mal protegidos, transformando-os em bots para atacar seus alvos.

A divulgação do código-fonte do Mirai, em outubro, resultou em uma proliferação de bots derivados, embora a maioria pareça ser acionado por programadores de scripts amadores e relativamente limitados em seu impacto. Entretanto, a divulgação do código-fonte também resultou em ofertas de “DDoS-as-a-Service” com base no Mirai, tornando simples para atacantes pouco sofisticados, mas voluntariosos, executar ataques de DDoS que afetam outros dispositivos IoT com baixa segurança. Os ataques de DDoS com base no botnet Mirai estão disponíveis como um serviço no mercado de criminosos cibernéticos por $50 a $7.500 ao dia.

O McAfee Labs estima que 2,5 milhões de dispositivos de Internet das Coisas (IoT) foram infectados pelo Mirai no 4º trimestre de 2016, com cerca de cinco endereços IP de IoT adicionados para botnets Mirai a cada minuto naquele momento.

#Vírus #Segurançadainformação #Antivírus #DDoS