Como a virtualização muda os padrões tecnológicos das empresas

Atualizado: Abr 17



Mobilidade, agilidade, flexibilidade e segurança são os principais benefícios da virtualização, além da redução de custos.

A exigência de maior mobilidade por parte dos usuários corporativos, faz com que as empresas disponibilizem arquivos de trabalho na nuvem para facilitar o acesso aos equipamentos e garantir o aumento contínuo da produtividade. A principal solução para atender a essa necessidade é a virtualização de desktops.


Para empresas que desejam distribuir cargas de trabalho e maximizar a eficiência do servidor, a virtualização de servidores é então recomendada. Eles são termos semelhantes, mas tecnologias diferentes que precisam de ferramentas de gerenciamento excelentes.

As diferenças entre a virtualização de desktops e servidores podem ser confusas. Os dois termos parecem semelhantes, mas são tecnologias diferentes com usos muito diferentes, e as distinções são importantes.

O termo "virtualização de desktops" compartilha uma palavra com a virtualização de servidores, mas é sobre onde a relação termina. A virtualização de desktops é uma resposta ao aumento do número de funcionários que trabalham remotamente e de vários dispositivos, enquanto a virtualização de servidores é uma resposta para empresas que precisam diversificar as cargas de trabalho e maximizar a eficiência do servidor.

Pensar que a virtualização de desktops é tão fácil quanto a virtualização de servidores, ou que você pode usar as mesmas ferramentas para gerenciar ambas, pode levar a algumas consequências desastrosas para sua implantação - ou, no mínimo, desperdício de tempo. As diferenças:

O que é virtualização de servidores?

A virtualização de servidores é o particionamento de um servidor físico em vários servidores virtuais menores. Com a virtualização de servidores, vários servidores vivem em uma única máquina física, a forma mais comum de virtualização de servidores é com máquinas virtuais, em que um único servidor virtual se comporta como um computador separado.


As empresas de TI geralmente usam a virtualização de servidores para cargas de trabalho de vários tipos, como bancos de dados, compartilhamento de arquivos, virtualização gráfica e entrega de mídia.


A virtualização de servidores reduz os custos porque consolida os servidores em menos hardware e aumenta a eficiência. Mas essa consolidação não é o que você costuma usar com a virtualização de desktops - os desktops estão mais espalhados.

O que é virtualização de desktop?

A virtualização de desktops é a criação de um ambiente de computador virtual que é entregue a um usuário no lugar de um computador físico. O computador virtual é armazenado em um servidor remoto e entregue ao dispositivo do usuário. Eles operam aproximadamente da mesma maneira que usariam uma máquina física. Um único servidor pode fornecer várias imagens personalizadas da área de trabalho virtual.

Existem vários métodos de virtualização de desktops, incluindo virtualização de servidores de terminal, streaming de SO, infraestrutura de desktop virtual (VDI) e desktop como serviço (DaaS).

A virtualização do servidor de terminal e a VDI exigem que sua empresa forneça sua própria infraestrutura, o que significa que você precisa de um servidor para hospedar as imagens de desktop e largura de banda suficiente para fornecer experiências relativamente contínuas aos funcionários. O negócio também é responsável por sua própria segurança e configuração.

Com o streaming do sistema operacional, a imagem da área de trabalho é transmitida para o dispositivo do usuário, em vez de ser hospedada em um servidor. O sistema operacional em fluxo funciona como se estivesse instalado no próprio dispositivo e não requer um cliente para se conectar à imagem da área de trabalho.

O DaaS deixa a maior parte do trabalho de infraestrutura para um provedor terceirizado. O provedor cuida de toda a configuração necessária do servidor, largura de banda, backups e segurança, e sua empresa paga uma taxa de assinatura.

A virtualização de desktops oferece o benefício de permitir que os funcionários trabalhem remotamente a partir de praticamente qualquer dispositivo - a maioria dos smartphones e tablets agora oferece clientes de desktop virtual. A virtualização de desktops também tem o benefício de baixos custos de hardware, porque várias imagens podem ser armazenadas em um servidor.


E embora isso permita um escalonamento relativamente fácil - quando um servidor não pode hospedar mais nenhuma imagem, sua empresa pode comprar outro servidor - pode aumentar as despesas de capital.

Leia também: O que é outsourcing de TI e porque adota-lo na sua empresa.

Por que é importante saber a diferença?

Os servidores são mais fáceis de prever que os desktops, porque os servidores tendem a executar as mesmas funções no dia a dia. E você precisa de software especializado e ferramentas para virtualização de servidores - você pode usar as mesmas ferramentas para a virtualização de servidores e desktops.

Embora a virtualização de desktops ainda exija um servidor para hospedar as imagens virtuais, ela é muito mais complexa. Os usuários finais esperam uma experiência de desktop que funcione bem, mas é impossível prever exatamente o que um usuário de desktop virtual fará.


Isso significa que você precisa dar suporte aos mesmos aplicativos e tarefas que normalmente suportaria em um desktop físico, além de toda a infraestrutura necessária para virtualizar os desktops. Uma máquina que hospeda um desktop virtual terá muito mais atividade aleatória em um dia de trabalho normal do que um servidor virtual.

A virtualização de desktops é uma prática que usa uma máquina física para inserir arquivos, dispositivos, aplicativos e dados que estão na nuvem. O computador, tablet, notebook ou smartphone que está inserindo os dados pode ser usado por outras pessoas, uma vez que é feito e protegido virtualmente.


Agora a virtualização de servidores, segue a mesma definição, por isso, mantêm na nuvem recursos de CPU, memória, disco e rede, podendo ser compartilhados com outros servidores virtuais caso estejam todos no mesmo servidor físico.


Existem várias vantagens da virtualização, entre elas, existe a possibilidade de reduzir a manutenção e a aquisição de desktops e servidores tradicionais, reduzindo os custos operacionais, como a necessidade de instalar aplicativos e sistemas em cada um dos computadores dos usuários. Além disso, permite um aumento na segurança de dados e recuperação de desastres, tornando o backup mais rápido e fácil.


Depois que as estações são padronizadas e estabelecem com os usuários os aplicativos que podem ser usados, sem permitir o download de outros tipos de programas para reduzir a presença de vírus nas máquinas, o suporte também se torna mais eficaz.

Devido a isso, a maior vantagem está na possibilidade de aumentar a mobilidade do usuário. Você precisa inserir informações em qualquer parte do mundo a partir de qualquer dispositivo conectado à Internet. Em servidores virtuais, há também uma grande possibilidade em aplicativos.


Por fim, as virtualizações permitem maior visão das necessidades de redes corporativas e podem ser utilizadas por empresas de qualquer porte. É possível customizar as máquinas virtuais para que elas tenham memória e aproveitem o desempenho em sua totalidade, sem gerar sobrecarga ou subutilização.

Leia também: Qual a melhor opção: Terceirizar a TI ou investir em uma equipe interna?

Os números

Cerca de 40% das empresas devem virtualizar entre 51% e 75% de seus servidores ao longo dos próximos 12 a 24 meses, de acordo com uma pesquisa global realizada pela IDC e Flexera Software. A Pesquisa de Gestão de Uso de Aplicação contou com respostas de mais de 750 executivos de empresas de todo o mundo, a maioria deles (29%) atuando no setor da indústria de TI. A pesquisa também descobriu que cerca de 40% dos inquiridos pretendem virtualizar entre 1% e 10% dos seus desktops nos próximos dois anos.

A virtualização reduz as interrupções de rede em 80%, o tempo de auditoria em 20% e os tempos de manutenção de rede em 30%. Além de outros benefícios, como uma equipe de TI mais produtiva, seja essa equipe interna ou terceirizada.

Se você deseja virtualizar total ou parcialmente o seu ambiente de TI, fale com um de nossos especialistas.

Receba nossas novidades por e-mail

© Desde 2016 por ICMP Consultoria em TI. CNPJ: 25.357.501/0001-50